Página Inicial / Opinião / Uma pequena aula sobre criptografia

Uma pequena aula sobre criptografia

Encriptação é um cadeado mágico digital que é ‘quase’ impossível de ser quebrado, é tão difícil, que você simplesmente pode considerá-lo inquebrável. Mas como essa mágica funciona?

São necessários tantos cálculos para descobrir qual é a combinação desse cadeado que demoraria mais tempo que o universo ainda tem de vida para você quebrar. Ou seja, sem a chave correta, ninguém entra nessa conversa.

E porque isso é importante?

Pessoas mal intencionadas na internet não vivem com as mesmas restrições que pessoas mal intencionadas no mundo real vivem. Uma pessoa querendo roubar seu iPhone na rua, só pode roubar um iPhone por vez. Uma pessoa querendo roubar suas informações confidenciais pela internet pode tentar roubar de milhões de pessoas por vez.

E isso seria um problema?

No mundo em que vivemos onde a propriedade privada é relativa, pode até parecer extremamente aceitável que o governo possa quebrar cadeados de propriedades alheias para manter a segurança de todos. Mas isso só funciona na vida real.

Cadeados comuns são fisicamente e legalmente fracos, se você quer quebrar a porta de um traficante para ver dentro de sua casa, você pode simplesmente quebrar a porta do traficante. Mas cadeados digitais são diferentes. Eles são fisicamente fortes e legalmente… complicados.

Então, por conta disso, na cabeça de juízes e juízas estadistas de hoje, a força legal dos cadeados digitais deveria ser também, fraca. Essencialmente, querem uma chave mágica legal para poder abrir aquela única conversa. Parece simples, não é? Não.

Se você construir um cadeado que tenha uma chave que só os burocratas mágicos e que prezam pelo bem de todos possam abrir, esse cadeado pode ser aberto por qualquer um. Se você constrói algo hackeável, isso vai ser hackeado. Ao abrir a chave de encriptação de um serviço, você vai deixar todos os usuários inseguros.

A Era Digital e as nossas Vidas

Nossos telefones são uma extensão de nossas vidas e que nos conectam a tudo. Seu telefone guarda informações sobre seu dinheiro, seus investimentos, sua vida pessoal, seus relacionamentos e seus segredos mais obscuros. Se isso se tornar algo inseguro, alguém pode muito bem usar tudo isso contra você e basicamente tomar o controle da sua vida.

A mesma coisa com o WhatsApp. Você fecha negócios, troca informações sigilosas, manda nudes e basicamente confia que nenhuma outra pessoa vai ler aquilo. O que alguns magistrados querem e o que uma quantidade alarmante de pessoas parece concordar, vai acabar fazendo todos nós vulneráveis.

Encriptação é uma realidade

E além disso tudo, é ingênuo pensar que bloquear o WhatsApp ou criar uma lei que obrigue empresas a criar chaves para juízes vai solucionar o problema. Encriptação é uma realidade matemática. Qualquer pessoa com um mínimo de conhecimento de computação consegue criar um cadeado digital impossível de ser quebrado.

Não há como proibir que informações sejam criptografadas. Se você quebrar a força legal do cadeado do WhatsApp, qualquer pessoa razoavelmente inteligente vai passar a usar o próximo serviço seguro, especialmente se você tiver interesse em manter suas informações protegidas. Para o bem ou para o mal.

Mais informações em:

Sobre Bernardo Vidigal

avatar
Bernardo Vidigal é formado em Relações Internacionais pela Faculdade Ibmec de Minas Gerais. Formou-se como libertário aprofundando seus estudos durante a graduação em ciência política e economia. Apaixonado pela causa da liberdade, entrou para os Estudantes Pela Liberdade em 2014 como voluntário, vindo a trabalhar na organização como Brazilian Programs Associate em 2015 e como Brazilian Leadership Manager em 2016.